Mabel Canto quer informações sobre número real de vacinados em Ponta Grossa, após divulgação de ranking pela SESA

Deputada Estadual

Em ranking de vacinação divulgado pela SESA, PG figura como a pior cidade em termos de eficiência na aplicação da 1ª dose, se comparada com outros municípios com tamanho e população semelhantes

A deputada Mabel Canto (PSC) protocolou nesta segunda-feira (14) pedido de informações direcionado à Secretaria do Estado da Saúde – SESA, requerendo informações sobre o número de pessoas imunizadas com vacinas contra a Covid-19 em Ponta Grossa, uma vez que o ranking divulgado pela secretaria apontou a cidade como a pior em termos de eficiência na aplicação da 1ª dose da vacina, se comparada com outros municípios com tamanho e população semelhantes.
Em sua fala, a deputada questionou que segundo o ranking, cuja última atualização se deu em 13/06/2021, Ponta Grossa teria aplicado um total de 97.626 doses de vacina contra a COVID-19. Quanto a 1ª dose da vacina, teriam sido vacinadas um total de 68.361 pessoas, o que corresponde a 21,94% da população de Ponta Grossa, levando-se em conta a população da cidade, conforme o censo de 2010.
Ocorre que segundo a divulgação, Ponta Grossa estaria atrás de cidades como Maringá, que já aplicou a 1ª dose em 48,91% de sua população, São José dos Pinhais (34,16%), Curitiba (32,45%), Londrina (31,75%), Guarapuava (30,14%) e Cascavel (29,96%).
Mais alarmante ainda para à deputada, é a porcentagem de aplicação da 1ª dose de vacinas em relação ao número de doses recebidas pelo município de Ponta Grossa para esta fase de vacinação, uma vez que as publicações apontam que o Município teria aplicado apenas 59% das vacinas recebidas para a 1ª dose, enquanto outros Municípios como Maringá, São José dos Pinhais e Curitiba teriam superado a meta de 100% de efetividade na aplicação das doses recebidas.
Durante a utilização da palavra, a parlamentar registrou ainda que a prefeitura de Ponta Grossa tem constantemente divulgado que teria superado a marca de 100 mil doses aplicadas, constando a informação oficial da prefeitura, datada de 11/06/2021, que a cidade teria aplicado um total de 120.558 doses, sendo 88.256 referentes à 1ª dose do imunizante. “Se formos olhar o número de doses distribuídas Ponta Grossa teria recebido um total de 163.076 mil doses da vacina e teria aplicado segundo a SESA 97.626 mil doses em primeira e segunda dose. Então teríamos em estoque mais de 65 mil doses.” acrescentou a parlamentar ponta-grossense.
No pedido de informações parlamentares, consta que a diferença entre informações é discrepante, pois segundo os dados da Prefeitura, Ponta Grossa supostamente teria aplicado 22.932 doses a mais do que a SESA e o Governo do Estado estão divulgando. Inclusive, os dados da SESA são até mais atualizados que os da própria prefeitura de Ponta Grossa.
“Eu estive fazendo um comparativo entre os dados apresentados pela SESA e os dados apresentados pelo Município de Ponta Grossa relativos a vacinação e me assustei. Porque tem uma diferença muito grande nos dados que foram informados…Onde está o erro? Tem alguém mentindo nessa história? E se as vacinas estão sobrando, por que é que estão sobrando? Queremos saber se de fato essa diferença das vacinas é real, pois as pessoas estão esperando pela imunização, por isso é tão importante que saibamos a realidade dos fatos. As pessoas querem ser vacinadas, não dá para estocar, não dá para guardar vacina. A gente precisa dessa imunização de forma urgente. Quem é que está falando a verdade? A SESA ou a Prefeitura de Ponta Grossa?”, questionou a deputada durante a sessão.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *