Mabel Canto cobra leitos de UTI para Hospital Bom Jesus e repercute na ALEP, ação do GAECO em Ponta Grossa

Deputada Estadual

A deputada estadual Mabel Canto (PSC) pediu explicações durante a sessão desta segunda-feira, 22, no plenário da Assembleia Legislativa, pela promessa de 10 leitos de UTI Covid para o Hospital Bom Jesus de Ponta Grossa.

De acordo com a deputada, em abril de 2020, o Governo do Estado e a prefeitura prometeram leitos de retaguarda no Hospital Bom Jesus, mas que até agora não foram instalados.

“Não se pode brincar com a saúde, principalmente nesse momento difícil que estamos vivendo. Nossa preocupação é gigantesca, o aumento de casos e óbitos na região demandam uma ação emergencial do governo no enfrentamento da doença, e os leitos de retaguarda no Bom Jesus, seriam primordiais para atender a nossa população.”

Durante a sessão, a deputada repercutiu também a Operação realizada pelo Gaeco na última sexta feira, 19, que realizou buscas e apreensões em Ponta Grossa, bem como, solicitou o afastamento do atual diretor jurídico da COHAPAR, Dino Schrutt, ex-presidente da Companhia de Habitação de Ponta Grossa (PROLAR), alvo das investigações do Ministério Público pela suspeita de peculato. “Pedimos informações ao Governo do Estado sobre os contratos firmados pela empresa alvo das operações do Gaeco em Ponta Grossa, e também quais medidas serão adotadas em relação ao afastamento do diretor jurídico da COHAPAR, dado a gravidade da situação”, finalizou a deputada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *