Mabel cobra prazo IML

Na Sessão Plenária desta terça-feira (25), durante seu discurso na Alep, a deputada Mabel Canto (PSC) fez novas cobranças sobre a situação do IML de Ponta Grossa e o término do prazo do contrato de emergência que foi feito após interdição do antigo prédio.

Em dezembro de 2018, o Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa passou a atender em containers refrigerados ao lado do Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HURCG) após ser reconhecido pela defesa civil, o risco eminente de desabamento por conta de fendas abertas no muro do antigo prédio. O que preocupa a deputada é que além dos problemas com o antigo prédio, o contrato de emergência dos containers refrigerados terminou no último dia 17, o que pode gerar um problema ainda maior caso uma medida urgente não seja tomada.

Mabel falou ainda de um projeto criado em parceria com a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e o Governo do Estado, para a construção de um novo IML num terreno próximo ao Hospital com prazo final de 2 anos, “estou aqui novamente, 4 meses depois para cobrar do Governo do Estado uma solução para o nosso IML, nós não podemos continuar num container” finalizou a deputada.